Você está em: Início Novidades

Reajuste de servidores da receita consta do orçamento

29/09/2016

Os cargos de auditor-fiscal e analista-tributário da Receita Federal, ambos de nível superior (qualquer área), estão entre aqueles cujo reajuste acordado com o governo já está previsto na proposta de orçamento para 2017 enviada ao Congresso Nacional. A informação é do Ministério do Planejamento. Um projeto de lei tratando do reajuste está em análise no Congresso e prevê iniciais de R$18.754,20 (auditores) e R$10.623,92 (analistas) ainda este ano, com os valores chegando a R$21.487,09 e R$12.142,39 de janeiro de 2019 em diante.
 


Atualmente, a remuneração inicial é de R$16.201,64 para auditor e de R$9.714,42 para analista. Todos os valores já incluem o auxílio-alimentação atual, de R$458. Após ter pedido para mil vagas (400 de auditor e 600 de analista) rejeitado este ano, a Receita, que sofre com grande carência de pessoal, deverá refazer a solicitação no início do ano que vem, tentando viabilizar a abertura de concurso em 2018.
 
Além da área fiscal, a Receita Federal também possui necessidade de concurso para a área administrativa. A demanda é grande, principalmente no cargo de assistente técnico-administrativo, de nível médio, com remuneração inicial de R$3.756,82. Por conta do ajuste fiscal do governo, o Ministério do Planejamento rejeitou, este ano, pedido de 787 vagas no cargo. Este pedido também deverá ser refeito no início do ano que vem. O déficit é de mais de 5 mil servidores e o órgão corre o risco de parar caso não seja aberto concurso.

Fonte: Folha Dirigida

Ver todas as novidades